Thursday, July 13, 2006

Metáforas fortes

Há certas despedidas que nos desarmam e que semeiam em nós erupções de ansiedades: «ok, tá nice, a gente se raspa noutro dia».

2 Comments:

Anonymous m said...

Uma estória de despedida mais trágica para um post descomentado

O passarinho

Começou dizendo que tinha um passarinho na cabeça. Queixava-se.
O passarinho batia asas, a cabeça doía.Ninguém lhe deu atenção.
Parou até de se queixar. Gemia, conversava com o passarinho que a habitava. Morreu sufocada, o nariz entupido de alpiste.

in Marina Colasanti, Um Espinho de Marfim e outras histórias

bj

3:29 PM  
Blogger Nkhululeko said...

Não era um melrinho, de certeza.
Bj (parabéns!)

7:49 PM  

Post a Comment

<< Home