Sunday, April 09, 2006

A lista necessária

Eu, teletreinador, apresento a lista de dispensados do SLB para a próxima época, ainda que alguns atraiam a simpatia do público e sejam seleccionáveis nos respectivos países:
Alcides
Anderson
Beto
L. Robert
Mantorras
Marcel
Marco Ferreira
Nuno Gomes
Caso em estudo: Luisão
Oportunamente apresento as propostas de aquisições, para ganhar!

4 Comments:

Anonymous Carlos Indico said...

É imperativo que escrevas um diário memoralista.Se não o fizeres a história do capitalismo moçambicano estará incompleta.

12:01 AM  
Anonymous Rui said...

Boas,

Mas este post não tem a ver com a lista de dispensas do SLB?

1:50 PM  
Blogger Nkhululeko said...

Enorme responsabilidade essa, Carlos. Faz-me lembrar a promessa de Albert Memmi em não escrever nada sobre «o homem dominado» sem que primeiro entrevistasse a maior parte dos oprimidos contemporâneos. Desistiu, mas escreveu o livro. Sinceramente, não caucionaria a história do «capitalismo moçambicano» aos registos muito particulares, contingentes, assumidamente parciais e, por isso, com as limitações que se compreendem. Tem sido feito muito trabalho profundo e sério do qual podemos todos beneficiar. Muitos mais registos/estudos serão naturalmente necessários. Caberá aos interessados fazê-lo. De qualquer modo, o desafio que colocas é aliciante.
Um abraço

7:21 PM  
Blogger Nkhululeko said...

Alô Rui,
alguma teoria pós-colonial ainda seria capaz de encontrar conexões entre a ida de Eusébio para o SLB (em contexto de disputa com o outro «centro», o SCP) e a pobreza do futebol moçambicano (menor qualidade, menores receitas, salários baixos, dependência), com benefício para a burguesia nacional (colonialismo interno). Ao propalarem novos internacionalismos, sanear a crise do SLB é um passo fundamental para o êxito desse outro mundo que se diz possível e que tem mobilizado multidões. «Está tudo ligado, meu irmão»…diria o cantor.
Mais sério agora, parecem-te bem as dispensas?
Um abraço

7:22 PM  

Post a Comment

<< Home